HSA inicia implantação da 3ª Meta de Segurança do Paciente

Dando continuidade ao rigor na segurança ao paciente, o Hospital Santo Amaro (HSA), iniciou em fevereiro a implantação da 3ª meta recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A terceira meta internacional de segurança do paciente aborda acerca da segurança da prescrição, uso e administração de medicamentos. “Iniciamos a implantação da meta três, dando prioridade aos medicamentos de alta vigilância, que são aqueles que têm um risco inerente de lesar o paciente quando existe falha no processo de  utilização  e podem ocasionar até a morte do paciente”, ressaltou a enfermeira do setor de gerenciamento de riscos do HSA, Menívia Andrade.

Com isso, em parceria com a farmácia do HSA foram selecionadas todas as medicações potencialmente perigosas utilizadas no hospital e foram divulgadas em lista a todos os profissionais envolvidos na administração de medicamentos. “Além disso, essas medicações já saem da farmácia com sinalização diferenciada, com código de barra na cor vermelha. Esses medicamentos ao chegarem nos setores de internação do paciente, ficam sob a custódia da enfermeira chefe do plantão, que os guarda em armário específico e sinalizado”, descreve a gerente de riscos do HSA.

Entre fevereiro e março, o Núcleo de Segurança do Paciente realizou treinamentos com a equipe multiprofissional de saúde sobre a administração correta e segura de todos os medicamentos.

O HSA já implantou a meta um em 2014, que trabalha a questão da identificação correta do paciente, na qual uma pulseira de identificação é  fixada no braço do paciente quando admitido no hospital. Nela consta o seu nome completo, data de nascimento, registro hospitalar e nome da mãe. “É de suma importância essa meta para que não haja erro na prestação dos cuidados ao paciente. Conferir as informações do paciente é essencial e obrigatório”, destaca Menívia.  Para o mês de abril, o HSA realiza uma campanha das seis metas, dando ênfase à meta seis, que trata da prevenção de queda do paciente.