Educandário Casa da Providência é o grande vencedor dos 15º Jogos da Amizade

O Educandário Casa da Providência foi o campeão geral da 15ª edição dos Jogos da Amizade, torneio que busca promover a integração e o espírito esportivo entre os estudantes atendidos nas instituições de educação da Santa Casa de Misericórdia do Recife. A unidade, que passou dez anos sem levantar o troféu, neste ano teve destaque nas categorias masculina e feminina, ficando com um total de 37 medalhas, seguida do Colégio Santa Luísa de Marillac (com 34 medalhas), Educandário Magalhães Bastos (14 medalhas) e Educandário Santa Tereza (11). O evento foi realizado na última sexta-feira (18/10), na quadra poliesportiva do Marillac, e contou com a presença de diretores da Santa Casa, professores e familiares dos alunos.

Na cerimônia de abertura, os estudantes envolveram o público com apresentações culturais temáticas, que faziam alusão a sentimentos e festas populares. Após as performances de dança, houve o desfile dos atletas com as respectivas bandeiras e a execução do Hino Nacional do Brasil. A Irmã Conceição, do Educandário Santa Tereza, proferiu uma oração, lembrando do amor de Cristo para com as crianças. Ela finalizou pedindo que todos dessem um abraço no colega ao lado. Foi nesse clima de fraternidade que foi dado início ao evento.

Em seu discurso, a gerente de Educação e Assistência Social, Esmeralda Moura, falou algumas palavras de incentivo aos alunos, seguida do superintendente geral da Santa Casa de Misericórdia do Recife, Amaro Lins, que enfatizou a importância do esporte na construção da cidadania. “Muito além das habilidades esportivas, o objetivo é que vocês saiam daqui não apenas com um troféu, mas também com muitos amigos”, afirmou. 

“É muito bom ver os educandários unidos. Isso nos faz lembrar que somos apenas um, somos a Santa Casa de Misericórdia do Recife. Estamos muito felizes”, disse Aiza Dantas, diretora da escola campeã. Para ela, a vitória após dez anos trouxe um novo vigor aos alunos: “Agora eles estão se sentindo mais capazes, mais importantes, mais motivados e com aquele brilho de esperança no olhar”. 

Cynthia Nunes, diretora do Educandário Magalhães Bastos, definiu o evento como “transformador” para as crianças. “Essa transformação já começa bem antes do grande dia, quando elas se dedicam aos treinos, buscando um melhor comportamento e compromisso em sua participação. É sobre dar o máximo de si e entrar no espírito do esporte”, explicou. 

Dentre as diversas medalhas conquistadas pela Casa da Providência, uma delas foi de Pedro Vinícius Silva, do 2º ano, que ficou com o 3º lugar no Arcobol e comemorou bastante: “Estou muito feliz por isso. Agradeço ao tio Bira, a todos os professores”. Além dele, se destacaram no Arcobol os alunos Allan, Júlia Ingrid, Diego Oliveira e Ana Flávia. Do Marillac, os estudantes Alicya e Alan dos Santos foram os mais bem pontuados nesta modalidade.

Na Corrida, destacaram-se os estudantes Sophya Galvão, Luiz Felipe e Maria Luiza (Casa da Providência); Pedro e Allan Pedro (Santa Luísa de Marillac); e Maria Clara (Magalhães Bastos). Já no Queimado, destaque para as alunas Maria Nicolly (Marillac) e Paola (Casa da Providência). No Futsal, uma das modalidades mais disputadas, os artilheiros foram os alunos Jackson (Casa da Providência) e Heitor (Santa Luíza de Marillac). 

O estudante João Kleber, do 4º ano do Magalhães Bastos, entendeu bem o significado do evento. “Conheci amigos novos e reencontrei outros que eu já conhecia”, contou. Segundo ele, a participação é o que conta em um torneio como esse. “Quem perdeu pode até ficar aborrecido, mas depois se conforma. Se participou, é vencedor”. O amigo Ivson Victor, do 3º ano, concorda: “Perder faz parte. Eu perdi por um ponto de diferença. Tem dia que a gente perde, tem dia que a gente ganha. O importante é participar”.

As disputas ocorreram dentro da mais alta ordem desportiva, tendo seu encerramento às 16h20, com a entrega das medalhas e troféus, e a consagração da Casa da Providência como vencedora. “Eu credito o sucesso dos Jogos da Amizade a todos que colaboraram, direta e indiretamente, e especialmente às crianças, que compreendem a participação como aspecto primordial”, destacou o coordenador do evento, professor Ubirajara Ferraz.

Confira algumas fotos do evento:

Fotos: Cínthia Carvalho e Jefferson Soares
Texto: Comunicação – Santa Casa Recife