Dom Fernando Saburido celebra missa pelos 161 anos da Santa Casa de Misericórdia do Recife

Na tarde desta quarta-feira (28/08), a capela do Hospital Santo Amaro recebeu uma missa em Ação de Graças para lembrar o aniversário da Santa Casa de Misericórdia do Recife, que completou 161 anos de fundação em agosto. A solenidade foi conduzida pelo Arcebispo de Olinda e Recife e presidente da instituição, Dom Fernando Saburido, e contou com a presença de colaboradores, convidados, parceiros e público externo. O Coral da Santa Casa se apresentou durante o evento, que se encerrou com a distribuição do bolo para todos os participantes.

Em seu discurso, Dom Fernando falou sobre a importância da Santa Casa Recife e destacou que a instituição pertence a todos os pernambucanos. “Que Deus possa nos dar forças para continuar essa missão. Recordar os tantos e tantas que por aqui passaram, utilizando recursos da Santa Casa e bens que esta oferece, mas, também prestando a sua contribuição para que, de fato, esse trabalho aconteça ”, disse.

O superintendente geral da Santa Casa Recife, Raul Mariz, agradeceu a todos e reforçou que a principal missão continua sendo a de acolher os que mais precisam. “O objetivo desta casa é trabalhar com muito cuidado, gerando recursos para que possamos aplicar, cada vez mais, nas nossas instituições de caridade, para aquelas pessoas que estão lá, precisando da nossa ajuda, da nossa compreensão e, sobretudo, do nosso amor”, afirmou.

NOSSA HISTÓRIA – A primeira Santa Casa de Misericórdia surgiu no fim do século 15, em Portugal. A proposta era ser um lugar revestido de solidariedade e caridade cristãs, prestando assistência médica às pessoas mais necessitadas – por isso a palavra Misericórdia, que significa “piedade, compaixão e sentimento despertados pela infelicidade de outrem”. A partir daí, as Santas Casas se espalharam pelo mundo inteiro. Expandiu-se para a África, Ásia e chegou ao Brasil em 1539. As primeiras Santas Casas foram instaladas em Santos (SP) e em Olinda (PE).

Em 1858, a lei provincial nº 450 determina a instalação da Santa Casa de Misericórdia do Recife, na capital pernambucana. Em agosto de 1860, a Santa Casa de Olinda é incorporada à do Recife. A nossa missão destinava-se ao atendimento dos órfãos do estado de Pernambuco e à prestação de serviços de saúde, sendo referência nesta especialidade à época. A Santa Casa teve a seu cargo a administração das seguintes entidades: Hospital Pedro II; Hospital dos Lázaros; Hospital de Santa Águeda; Hospício de Alienados; Asyllo de Mendicidade – posteriormente Hospital Santo Amaro; Casa dos Expostos; Collegio de Orphãs etc.

Hoje, a Santa Casa do Recife é uma organização civil, sem fins lucrativos, subordinada à autoridade eclesiástica da Arquidiocese de Olinda e Recife, e que oferece serviços nas áreas de Saúde, Educação e Assistência Social. Atualmente, mantemos 12 instituições no estado de Pernambuco (sendo quatro em saúde, duas escolas, três educandários, dois abrigos de idosos e o Instituto de Cegos).

Em parceria com o governo estadual, a Santa Casa mantém o Hospital Regional Fernando Bezerra (HRFB) e a Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UPAE), ambos localizados no município de Ouricuri/PE, e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro dos Torrões, no Recife. Além disso, a Santa Casa também desenvolve os projetos de Residências Terapêuticas, Unidades de Acolhimento, Serviço do Atendimento Domiciliar (SAD), Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF) e Saúde Bucal, em parceria com a Prefeitura do Recife.

NOSSAS UNIDADES – Hospital Santo Amaro; Centro Geriátrico Padre Venâncio (Várzea); Abrigo São Francisco de Assis (Palmares); Instituto de Cegos Antônio Pessoa de Queiroz (Graças); Colégio Santa Luísa de Marillac (Parnamirim); Educandário São Joaquim (Jaqueira-PE); Educandário Santa Tereza (Olinda); Educandário Magalhães Bastos (Várzea); e Educandário Casa da Providência (Parnamirim).

NOSSOS NÚMEROS –A Santa Casa Recife oferece serviços de saúde, conforme preconiza o SUS. Segundo dados de 2018, foram realizados cerca de 300 mil atendimentos, ao todo. Só de consultas médicas, foram 51.757. Foram feitos 7.805 internamentos.

Cerca de 150 pessoas com deficiência visual, entre crianças, jovens, adultos e idosos, são assistidas no Instituto de Cegos Antônio Pessoa de Queiroz (IAPQ), onde participam de aulas e atividades que estimulam sua habilitação, autonomia e inclusão no mercado de trabalho .

Outro serviço da Santa Casa é garantir a proteção social ao idoso através de Instituições de Longa Permanência (ILP). Hoje são acolhidos cerca de 85 idosos nos dois abrigos, localizados no bairro da Várzea, no Recife, e em Palmares, Mata Sul do Estado.

A Santa Casa Recife beneficia mais de 500 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, desenvolvendo atividades socioeducativas e implementando projetos em parceria com empresas públicas e privadas.

Atualmente, a Santa Casa emprega cerca de 2 mil colaboradores.

Confira alguns registros do evento:

Texto: Comunicação Santa Casa Recife / Fotos: Pascom AOR

Clique e confira as fotos da Missa em Ação de Graças pelos 161 anos da Santa Casa Recife em nossa página de Facebook