14 de novembro, Dia Mundial do Diabetes

Hoje, dia 14 de novembro, é o dia mundial do diabetes. Esta doença, que em 2017 foi considerada uma epidemia por causa do crescente aumento nos últimos anos, acomete mais de 13 milhões de pessoas só no Brasil. No mundo, mais de 425 milhões de pessoas convivem com o diagnóstico. Neste ano a Federação Internacional do Diabetes traz o tema família, visto que esta tem um papel importantíssimo no auxílio ao tratamento e apoio ao paciente.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, o envolvimento da família é diretamente proporcional ao sucesso do tratamento, uma vez que a mudança na alimentação e nos hábitos são ações efetivas no cuidado com quem sofre com os males da doença. Se você sofre com diabetes, procure ajuda e não negligencie os princípios básicos. Se alguém da sua família ou algum conhecido tem a doença, acesse o link https://www.endocrino.org.br/10-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-diabetes/, se informe a respeito dos principais cuidados e seja um apoiador desta causa.

Grupo Brincart: arte, humor e muito amor

Às segundas e sextas-feiras o nosso hospital está mais animado. O grupo BRINCART, formado por alunos de medicina da UNICAP está no hospital, atuando nas enfermarias e corredores, brincando com pacientes, interagindo com colaboradores e compartilhando alegria com todos. É assim que a diretora médica Roberta Almeida enxerga o trabalho: “O hospital por si só já tem um ambiente preocupante, você entra e não sabe o que vai acontecer, muitas vezes temos que lidar com a morte, então essa atividade quebra completamente a tensão, alivia os problemas e torna o espaço de todos que estão ali menos carregado.”

O trabalho é feito através da palhaçoterapia, técnica onde os estudantes se caracterizam com roupas, maquiagens e acessórios. Através de músicas, mímicas, contação de história e arte improvisada, arrancam risadas de todos que assistem atentos a cada gesto. Letícia Lima, que é membro da administração do projeto e estudante do 4° período de medicina afirma que a experiência é maravilhosa: “Já faz um ano e meio que participo e o projeto mudou a minha forma de ver e de cuidar do paciente. Pra mim é a melhor parte da faculdade e eu sou extremamente apaixonada.”

Ainda segundo Letícia, os estudantes são selecionados a partir do 2° período e os critérios são subjetivos. A ideia é que a pessoa não tenha nenhuma experiência e venha neutro mesmo, preparado pra se surpreender e descobrir o melhor de si na própria atuação. Gustavo Souza, do 2° período conta sua experiência: “Era um projeto que eu não dava nada, mas que agora vem tornando minhas sextas-feiras singulares. Cada dia com novas experiências que levarei pra toda minha vida, já que acabo me tornando de um jogador de futebol em véspera de uma final, até um “homem” mais velho e “barbudo” que cuida das irmãs que dão muito trabalho. Em cada atuação conheço pessoas exemplares e posso afirmar com convicção que esse projeto me faz crescer como ser humano e também como um palhaço.”
O BRINCART surgiu em 2016 como extensão do curso de medicina da UNICAP, é coordenado pelo professor e pediatra Álvaro Vieira de Melo e atua nos hospitais Maria Lucinda e Santo Amaro.

Novembro Azul

Novembro é o mês mundial da conscientização e do combate ao câncer de próstata que, no Brasil, mata um homem a cada 38 minutos. A campanha, que acontece durante todo o mês, visa incentivar o diagnóstico precoce, proporcionar tratamento adequado e, consequentemente, reduzir a mortalidade e aumentar a incidência de cura. Existem exames específicos que podem auxiliar na detecção da doença. Para celebrar a campanha, é destaque no site da Sociedade Brasileira de Urologia uma lista sobre mitos e verdades a respeito do câncer de próstata. Confira no link: portaldaurologia.org.br/faq/mitos-e-verdades-sobre-o-cancer-de-prostata.

Hospital Santo Amaro reabre a Enfermaria São Francisco

O Hospital Santo Amaro reabriu, nesta última segunda-feira dia 29, a Enfermaria São Francisco. Fechada para reparo de alvenaria, a enfermaria é uma, das oito existentes no hospital e contém 11 leitos, abriga os pacientes masculinos na área de ortopedia e é uma das retaguardas do Hospital Getúlio Vargas. Segundo Anny, coordenadora de Enfermagem do HSA, a reabertura do espaço foi um grande ganho: “A gente vai poder oferecer ainda mais estrutura e conforto para essa área. Temos um número muito grande de ortopedia masculina, principalmente acidentados de moto.

Acesse outras imagens clicando na foto acima ou aqui.

Com essa reabertura a gente ajuda a liberar a demanda de emergência do Getúlio.” A enfermaria está totalmente equipada para os pacientes de cirurgia ortopédica, com piso antiderrapante, banheiros com aparelhagem adequada, amplo espaço para circulação de recém-operados e realização de fisioterapia, além de ser bastante iluminada e ventilada. Segundo Dilma, supervisora de enfermagem da ortopedia e cirurgia, a reabertura é uma conquista muito grande: “A rotatividade dos nossos leitos de cirurgia é intensa, é um setor que está sempre lotado, então nós sempre estamos preenchendo tudo. A nova enfermaria só vem somar em nosso trabalho”.

90 Anos do Centro Geriátrico Padre Venâncio

No último dia 21 de outubro o Centro Geriátrico Padre Venâncio completou 90 anos de trabalho com uma festa muito especial. Convidados especiais, bingo, prêmios e uma quermesse animaram a comemoração. Localizado na Várzea, o abrigo atende 60 mulheres com idades entre 60 e 102 anos, prestando toda assistência necessária através de uma equipe multiprofissional, proporcionando um ambiente alegre, seguro e digno.
Com muita música e amor, o evento foi preparado pelas próprias famílias, que alugaram equipamento de som, compraram prêmios pro bingo e distribuíram simpatia entre todos. Já a quermesse ficou por conta das próprias idosas, que venderam comidas e bebidas diversas. Todo valor arrecadado foi revertido para o próprio abrigo, que estava precisando de utensílios de cozinha e do lar. Clique aqui para ver as fotos do evento.