Santa Casa realiza primeiro Programa de Desenvolvimento de Líderes

No dia 01 de abril teve início o Programa de desenvolvimento de líderes da Santa Casa de Misericórdia do Recife. O programa, estruturado pela área de Recursos Humanos, tem como objetivo desenvolver as competências comportamentais da liderança e preparar os gestores para o alcance de melhores resultados organizacionais. O primeiro módulo, de autoconhecimento e liderança, foi ministrado por Ana Karla Cantarelli do Instituto Kage de Desenvolvimento Humano e realizado na Faculdade Nova Roma, em Recife. Ana Karla Cantarelli nos contou sobre a importância de uma instituição proporcionar e investir no desenvolvimento dos líderes. Para ela, quando uma empresa proporciona o treinamento corporativo e direciona isso para o resultado é mais fácil conseguir que as necessidades da instituição sejam atendidas com eficácia, efetividade, e com melhor qualidade, de modo que traga mais resultados para quem é o usuário final. “O grande diferencial é esse: líderes preparados entregam resultados melhores”, contou.

Ana Karla citou três propriedades fundamentais que um líder precisa ter. Primeiro, é ser líder dele mesmo, ou seja, entender suas forças, fraquezas e oportunidades. O segundo item é o relacionamento interpessoal, este tem a ver com o relacionamento do líder com a equipe. O terceiro é olhar para a organização como se fosse dono, e, para ela, esse é um grande desafio. A especialista em Recursos Humanos falou também sobre as estratégias necessárias para melhorar a relação entre líder e equipe: “O líder precisa conhecer a equipe. Estar junto. É entender, sentar, conversar, ver como ela funciona. Relacionamento é a cola que une líder e liderado”, afirmou Ana Karla.
A coordenadora de Recursos Humanos da Santa Casa de Misericórdia do Recife, Érika Passos, contou sobre o objetivo a ser alcançado com esse programa: “Um dos nossos principais objetivos enquanto área de Recursos Humanos é desenvolver as pessoas. É evoluir nossos gestores no quesito liderança e em outros vários aspectos, para que juntos possamos desenvolver nossos colaboradores e alcançar melhores resultados organizacionais”. Para ela, proporcionar esse treinamento às instituições administradas pela Santa Casa foi sinônimo de satisfação e realização: “Esse programa é uma conquista! Uma conquista que vai ficar e somar para toda a instituição”, disse.
Najara Felisberto, coordenadora de qualidade da organização, afirmou que poder participar daquele momento foi uma sensação de reconhecimento. Para ela o treinamento que está sendo desenvolvido é um comprometimento da Santa Casa com o desenvolvimento sustentável: “Eu não consigo enxergar uma instituição que deseja crescer e ter o desenvolvimento sustentável sem passar pelo processo de capacitação e desenvolvimento de seus líderes. Foi uma sensação de reconhecimento e de privilégio estar compartilhando esse momento com aquele grupo ”.

A coordenadora administrativa, Lyssa Maia, também participou do treinamento de líderes e para ela é um reconhecimento de grande importância, onde mostra o esforço que a Santa Casa está fazendo no intuito de melhorar, avançar e evoluir a instituição, colocando as pessoas como ferramenta fundamental desse processo: “Foi muito bom participar daquele momento. Foi enriquecedor individualmente e profissionalmente”, afirmou.
O Programa de Desenvolvimento de Líderes da Santa Casa contará com a participação de 49 líderes da instituição, terá a duração de 02 anos e 06 módulos de treinamento. Dessa forma o RH da Santa Casa espera desenvolver as habilidades e potencialidades de cada participante, a fim de melhorar seus comportamentos e, consequentemente, gerar o desenvolvimento individual e da empresa.