CNPJ. 10.869.782/0001-53

Av. Cruz Cabugá, 1563 - Santo Amaro
(81) 3412.3800
sta-casa@santacasarecife.org.br

Presidente: Dom Antônio Fernando Saburido
Superintendente Geral: Raul Sacramento Mariz
Superintendente Administrativa: Daniela Maria Vieira Lopes Pereira
Superintendente de Educação e Assistência: Gerson Aparecido dos Santos
Superintendente Financeiro: Leonardo Augusto de Carvalho Nogueira

ATAS
CERTIDÕES
DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
DOAÇÕES, EMENDAS PARLAMENTARES E OUTROS
ESTATUTO
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL
RELATÓRIO DE ATIVIDADES

História

A Santa Casa de Misericórdia do Recife foi oficialmente instalada na Capital Pernambucana pela lei provincial nº 450 de 1858, sendo esta uma refração da primeira fundada em Lisboa pela Rainha D. Leonor, em meados de 1498. Sua inauguração, entretanto, registra-se em 29 de julho de 1860 (conforme mostra arquivos da Fundação Joaquim Nabuco) e incorpora a Santa Casa de Olinda em 06 de Agosto do mesmo ano. Sua missão destinava-se ao atendimento dos órfãos do estado de PE e a prestação de serviços de saúde, sendo referência nessa especialidade à época. A Santa Casa teve a seu cargo a administração das seguintes entidades:
  • Hospital Pedro II
  • Hospital dos Lázaros
  • Hospital de Santa Águeda
  • Hospício de Alienados
  • Asyllo de Mendicidade – posteriormente Hospital Santo Amaro
  • Casa dos Expostos
  • Collegio de Orphãs
O rápido crescimento do prestígio da Santa Casa de Misericórdia do Recife na sociedade trouxe-lhe maiores responsabilidades ao longo de todos esses anos, desde sua inauguração. Atualmente, a Entidade é uma organização religiosa pública de fiéis da Igreja Católica Apostólica Romana, regida pelas regras do Direito Canônico, por estatuto próprio e subordinada à autoridade eclesiástica da Arquidiocese de Olinda e Recife, além disso, é também uma organização civil, sem fins lucrativos com fins assistenciais.  A Santa Casa ampliou suas atividades e hoje, oferece serviços nas áreas da saúde, educação e assistência social. O objetivo principal dos serviços desenvolvidos fundamenta-se na disponibilidade dos serviços de saúde, conforme preconiza o SUS, além dos serviços de assistência social tipificados como atendimento:
  • Habilitação e reabilitação de pessoas com deficiência visual, visando a sua promoção à vida comunitária;
  • Proteção social ao idoso através de Instituição de Longa Permanência;
  • Atividades socioeducativas destinadas às crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.
Veja também: