Hospital Santo Amaro dá início a Campanha Adorno Zero

A iniciativa visa proporcionar segurança para os colaboradores e pacientes

O Hospital Santo Amaro (HSA) lançou neste mês a Campanha Adorno Zero. A ação, que consiste no incentivo da não utilização de brincos, anéis, colares, broches, crachás pendurados, entre outros, foi criada com a intenção de proporcionar mais segurança aos colaboradores e reduzir de riscos de infecção aos pacientes. A iniciativa segue a determinação da Norma Regulamentadora NR 32, que proíbe uso de adornos em áreas onde exista contato com os agentes biológicos, como o ambiente hospitalar.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a utilização de adornos dificulta a higienização adequada das mãos, colocando em risco a saúde do paciente. A enfermeira da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do HSA, Cinthia Braga, descreve a importância da ação. “A prática do Adorno Zero já havia sido implantada em áreas críticas como bloco cirúrgico, Centro Material e Esterilização (CME) e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HSA. Com a campanha, queremos que a medida seja expandida para outros setores, inclusive os ambulatórios”, enfatizou.

O Hospital Santo Amaro tem cumprido requisitos importantes em busca de se tornar um hospital-escola. Para a enfermeira da Educação Permanente, Aline Bacelar, a unidade tem um papel importante na formação dos profissionais. “E essa questão da utilização de adornos na assistência é necessária para melhorar a qualidade dos serviços prestados pela unidade. Todo o profissional deve estar lavando e higienizando sempre as mãos, mas também precisa atentar para a não utilização adornos no ambiente hospitalar.”, destacou.