Dom Fernando comemora 70 anos entre familiares e amigos na Cúria Metropolitana

Fonte: Pascom AOR

Padres, diáconos e funcionários da Cúria Metropolitana se reuniram no Palácio dos Manguinhos nesta sexta-feira (09), pela manhã, para dar os parabéns ao arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, que completa 70 anos de idade neste sábado, dia 10 de junho. Familiares do arcebispo também participaram da comemoração, que reuniu cerca de cem pessoas na Cúria. “O abraço foi antecipado porque o arcebispo segue logo mais à tarde para uma peregrinação ao Santuário de Aparecida com paroquianos de toda a Arquidiocese”, explicou o coordenador da Pastoral Arquidiocesana para a Comunicação, padre Luciano Brito.

A comemoração de aniversário foi aberta por apresentação musical protagonizada por professores do Instituto Dom da Paz, mantido pela Irmandade das Almas. Em seguida, o Coral do Movimento Pró-Criança, formado por 22 crianças e adolescentes, envolveu a todos numa atmosfera de ternura e gratidão, cantando a música Como é grande o meu amor por você. O cantor e amigo Dudu do Acordeon tocou os “Parabéns pra você”.


Dom Fernando ouviu os parabéns ao lado de sua irmã, Dulce, que faz aniversário hoje. “Desconfiei da comemoração porque vi a movimentação do prédio onde moro, atrás da Cúria, e tive a confirmação quando liguei para dar os parabéns à minha irmã e soube que ela tinha saído para um café da manhã na Cúria”, comentou o arcebispo, arrancando risadas dos convidados. “Agora começa a contagem regressiva, mas os cinco anos que me restam serão de muito trabalho, para a realização de sonhos como a construção da Fazenda da Esperança e da residência dos padres idosos”, disse dom Fernando. A contagem regressiva a que se refere é o fim de seu tempo como bispo, pois, por determinação do direito canônico, deve se afastar do bispado ao completar 75 anos de idade.

Compareceram à homenagem a dom Fernando o presidente do Movimento Pró-Criança, professor Sebastião Barreto Campello; o diretor do Instituto Dom Helder Camara e presidente da Comissão de Justiça e Paz, Carlos Maranhão Aguiar; o cônego Edwaldo Gomes, pároco do Sagrado Coração de Jesus, Casa Forte; o monsenhor Edvaldo Bezerra da Silva, presidente da Câmara Eclesiástica; dom Antônio Tourinho Neto, bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife; os vigários episcopais monsenhor Josivaldo Bezerra (Vicariato Cabo), padre Alessandro Corazza (Vicariato Igarassu), frei Joaquim Luz (Vicariato Boa Viagem), padre Sérgio Pereira da Silva (Vicariato Jardim São Paulo), monsenhor Paulo Sérgio Vieira Leite (Vicariato Soledade); padre Damião Silva; gestores da Santa Casa de Misericórdia, da Irmandade das Almas e os presidentes das Comissões Arquidiocesanas de Pastoral. O abade dom Luiz Pedro Soares, prior do Mosteiro de São Bento, também veio prestigiar dom Fernando Saburido que, originariamente, é monge beneditino. O padre Rinaldo Pereira, presidente da Comissão de Restauro da Arquidiocese; a diretora de jornalismo da TV Globo, Jô Mazzarolo; e o padre Luciano Brito, presidente da Comissão de Comunicação da Arquidiocese, saudaram o arcebispo metropolitano por seus setenta anos de vida.

À frente da Arquidiocese desde 2009, dom Fernando Saburido tem se destacado pela simplicidade, pelo acesso fácil, pelo acolhimento e pelas visitas pastorais às paróquias e comunidades. Há quem veja semelhanças entre o pastoreio do arcebispo e o do Papa. “Tranquilidade, misericórdia e sabedoria são características comuns entre eles”, afirmou a secretária Sandra Regina Cavalcante, que organiza a agenda diária de dom Fernando.

Depoimentos sobre a personalidade de dom Fernando são muitos. O presidente da recém reativada Comissão Arquidiocesana de Justiça e Paz, o engenheiro Antônio Carlos Maranhão, disse, no dia de sua posse, que uma das características que admira no arcebispo é o seu profetismo. “Fiquei feliz por sua atitude de refundar a Comissão para trabalhar com as pessoas feridas em sua dignidade, buscando que os direitos humanos sejam garantidos ou reparados na circunscrição da Arquidiocese de Olinda e Recife”, comentou Maranhão.

Nas palavras da diretora de jornalismo da Rede Globo Nordeste, Jô Mazzarolo, “Dom Fernando é um beneditino: um Pastor com letra maiúscula; um Pastor paciente, de oração, de fé e de coragem”. Chegaram também mensagens de quem vê no arcebispo um modelo de bom pastor e de futuro: “Hoje é dia de agradecer a Deus pelo dom da vida de dom Fernando; e de agradecer a dom Fernando por sua presença fraterna em nosso meio”, comentou o seminarista Renato Matheus, que se prepara para a vida sacerdotal no Seminário Nossa Senhora da Graça, na Várzea. “É uma graça de Deus chegar aos 70 anos com vitalidade e vigor pastoral, traços identificados em seu perfil humano e ministerial, por isso, sinto-me feliz e participo da oração de Ação de Graças, junto com todos que se alegram na comemoração deste aniversário”, disse dom Genival Saraiva em mensagem enviada da Itália.

História Dom Antônio Fernando Saburido nasceu no distrito de Jussaral, na cidade pernambucana do Cabo de Santo Agostinho. Cursou o Ensino Fundamental e Médio em Vitória de Santo Antão e no Seminário Menor da Imaculada Conceição, no bairro da Várzea, Recife, concluindo no Colégio Estadual Oliveira Lima, em Recife. Em 1975, ingressou no Mosteiro de São Bento de Olinda, onde recebeu a formação monástica e cursou Filosofia e Teologia na Escola Teológica do mesmo mosteiro. Em 1978, professou votos religiosos como membro da Ordem de São Bento (beneditinos), sendo ordenado sacerdote em dezembro de 1983.

Na Arquidiocese de Olinda e Recife, foi pároco das Paróquias de Nossa Senhora de Guadalupe e São Lucas (Ouro Preto), em Olinda. Em 2000, foi nomeado pelo papa João Paulo II bispo titular de Tartia Montana e Auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife. Em julho de 2002, Dom Fernando Saburido tornou-se presidente do Regional Nordeste II da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e membro do Conselho Permanente da CNBB em Brasília-DF. Em 2005, foi nomeado bispo da diocese de Sobral (CE). Nomeado oficialmente Arcebispo de Olinda e Recife no dia 1º de julho de 2009, Dom Fernando foi empossado no dia 16 de agosto de 2009. Desde 2014 é presidente do Regional NE2 da CNBB.

Fonte: Pascom AOR

Postado por: Carla Leão