Dentistas alemães atendem crianças nas instituições da Santa Casa Recife

Crianças geralmente não gostam muito de ir ao consultório odontológico. Mas essa não é a realidade nos educandários mantidos pela Santa Casa de Misericórdia do Recife. Neste grupo de estudantes, de idades entre 4 e 12 anos, a ansiedade é grande para a chegada dos dentistas, que vêm de longe para cuidar dos sorrisos e distribuir alegria e brinquedos. As instituições recebem, periodicamente, visitas de profissionais enviados pela ONG alemã Zahnärztliche Hilfsprojekt Brasilien – ZHB. Entre as ações, estão orientações sobre escovação, prevenção de cáries, limpeza e aplicação de flúor. 

Limpeza dos dentes e aplicação de flúor estão entre os serviços realizados pela ONG alemã (Foto: Comunicação Santa Casa Recife)

Neste mês de setembro, a instituição selecionada foi o Educandário São Joaquim, situado em Jaqueira, município próximo a Palmares, na Mata Sul de Pernambuco. Assim como as demais unidades educacionais da Santa Casa, o São Joaquim possui, em sua estrutura, um consultório odontológico completamente equipado. Nesta quarta-feira (11/09), dois dentistas da Alemanha chegaram à instituição e foram recebidos com abraços eufóricos dos pacientes.

Hannah Vitória de Vasconcelos, do 5º ano, já foi atendida e adorou: “Não é a primeira vez que eles vêm. Mas sempre são pessoas diferentes e eu gostei desses. São super simpáticos e bonitos. Minha consulta foi ótima”. Já Débora Isabelle Viturino, também do 5º ano, definiu a consulta como “espetacular”, apesar do nervosismo inicial. “Gostei muito. No começo eu fiquei com medo, mas minutos depois eu fiquei tranquila. Eles são nota 10. Além de legais, eles são lindos”, resumiu. A dupla segue com os atendimentos até o fim de setembro.

Em agosto, duas profissionais vieram ao Recife para atender no Educandário Casa da Providência, no bairro do Parnamirim. As dentistas ficaram hospedadas no Educandário Santa Tereza, em Olinda, que é mantido pela Santa Casa e dirigido pelas Missionárias Reparadoras do Coração de Jesus. Mesmo diante das dificuldades com o idioma, elas conquistaram o carinho e a atenção dos colaboradores da Santa Casa e também dos pequenos pacientes, voltando para casa com boas recordações.

Yasmin foi uma das voluntárias do ZHB e veio ao Brasil em agosto (Foto: Arquivo Pessoal/Yasmin Azad)

Uma das voluntárias é Yasmin Azad, que atua como dentista há quase dois anos em Munique, Alemanha. “Fomos recebidos calorosamente por todos e ficamos impressionadas com o amor que as crianças nos deram. Tornou nosso trabalho muito mais significativo vê-las felizes. E foi incrível ver como algumas delas eram corajosas”, conta. “Quando as crianças aprendem, é mais fácil para as gerações futuras manter uma boa higiene bucal”, destaca Yasmin.

A manutenção de equipamentos é realizada pela ONG alemã, que também fornece os materiais, informativos, escovas dentais e outros donativos. A ajuda humanitária é celebrada pela Santa Casa, instituição filantrópica, sem fins lucrativos, ou seja, que depende de doações. “Essa parceria é muito importante e só é possível graças a um acordo de cooperação mútua, firmado entre as duas instituições há mais de 20 anos, em que a ZHB presta toda a assistência odontológica para nossos alunos e nós disponibilizamos acomodação e alimentação para os voluntários em nossas unidades”, explica a gestora de Educação e Assistência Social da Santa Casa Recife, Esmeralda Moura.

Atualmente, fazem parte do programa os educandários Casa da Providência, São Joaquim e Santa Tereza. Segundo Esmeralda Moura, os voluntários também visitam o Instituto de Cegos Antônio Pessoa de Queiroz (IAPQ), no bairro das Graças, onde são atendidas cerca de 100 pessoas, entre crianças, jovens, adultos e idosos, com algum tipo de deficiência visual. “A assistência e os benefícios são extensivos, inclusive, aos familiares dos alunos inscritos e aos nossos professores”, afirma. No acompanhamento do trabalho, a Santa Casa conta com a supervisão de um responsável técnico brasileiro.

Sobre a Santa Casa Recife
A Santa Casa de Misericórdia do Recife é uma organização civil, sem fins lucrativos, com mais de 160 anos de fundação, que oferece serviços nas áreas de Saúde, Educação e Assistência Social. Atualmente, a entidade mantém dez instituições no estado de Pernambuco: Hospital Santo Amaro; Medicina Diagnóstica e Hospitalar Dom Lamartine; Instituto de Cegos Antônio Pessoa de Queiroz (IAPQ); Centro Geriátrico Padre Venâncio; Abrigo São Francisco de Assis; Colégio Santa Luísa de Marillac; Educandário Santa Tereza; Educandário Casa da Providência; Educandário Magalhães Bastos; Educandário São Joaquim.

Em parceria com o governo estadual, a Santa Casa atua como gestora de outras três unidades de saúde: o Hospital Regional Fernando Bezerra (HRFB) e a Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UPAE), ambos localizados no município de Ouricuri/PE; e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do bairro dos Torrões, no Recife. Além disso, a Santa Casa também desenvolve os projetos de Residências Terapêuticas, Unidades de Acolhimento, Serviço do Atendimento Domiciliar (SAD), Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF) e Saúde Bucal, em parceria com a Prefeitura do Recife.

Sobre a ZHB

Reconhecida como associação de interesse geral, a ZHB é formada por profissionais da ordem estadual dos odontologistas da Baviera. Para saber mais sobre o trabalho, é só acessar o site da ONG: www.zhb-online.de.

Texto: Cínthia Carvalho/Comunicação Santa Casa Recife