Colégio Santa Luísa de Marillac retoma às aulas presenciais

Após meses de atividades totalmente remotas, nesta segunda-feira (13), o Colégio Santa Luísa de Marillac deu as boas vindas aos seus alunos, que retomaram as aulas presenciais com muita animação e cuidados. A unidade planejou um mês intenso de preparação para receber as turmas, com organização dos espaços físicos e realização de dinâmicas e treinamentos com os professores e demais funcionários. Os pais e responsáveis pelas crianças também foram incluídos na programação, com reuniões para reforçar os protocolos de segurança.

Para trabalhar o sócio-emocional de todos os envolvidos nesta retomada, o Marillac propôs o projeto “Sentimentos: o que eu sinto, importa”, a partir da leitura do livro infantil “O monstro das cores”, de Anna Llenas. “Nossas crianças foram alvo de muitos sentimentos negativos, como o luto, desavenças em seus lares, desemprego dos seus provedores e tantos outros sentimentos que muitas vezes não sabem expressar. Acreditamos que o projeto ajudará nesse processo de descobertas”, explicou Gabriela Lins, gestora da unidade.

Neste primeiro dia de aula, os alunos foram apresentados ao personagem do livro, chamado “Monstrinho da Alegria”. Para Gabriela Lins, o reconhecimento do estado emocional das crianças é essencial para o acolhimento nesse retorno às salas de aula. “À medida em que as crianças se tornam capazes de reconhecer cada uma das emoções que vivem nas distintas situações, nomeando-as corretamente, podemos ajudá-las a manejar adequadamente cada uma delas”, conta. O sentimento da estudante Camila Vitória do Nascimento, do 2º ano, era de pura alegria, mas também de ansiedade. “Eu estava com muita saudade das professoras e dos meus coleguinhas. Estou muito ansiosa, mas também muito feliz”, comemorou.

Os familiares também são peça chave neste processo de readaptação. Conduzidos pela professora Adriana Dias, eles participaram do projeto “Família, mãos amigas”, que tem como objetivo promover a integração entre a família e a escola. “Foi um momento de acolhimento em que eles puderam colorir mãozinhas de papel, formando uma grande roda, substituindo, assim, o toque físico, ainda proibido nesse momento de pandemia. Através da dinâmica foi possível sentir a emoção de alguns pais ao falarem sobre a volta e tempo de distanciamento. A afetividade e o diálogo são fundamentais dentro do ambiente escolar e familiar”, afirma Adriana.

Os estudantes se reuniram na quadra da escola, ambiente amplo e arejado, para fazer orações, cantar, dançar e relembrar algumas orientações sobre uso obrigatório de máscaras, distanciamento social e higienização das mãos. Nas salas de aula, além das marcações no chão, outra novidade: o Colégio Santa Luísa de Marillac recebeu a doação de bancas escolares do Colégio Marista São Luís. “Agradecemos aos envolvidos por essa doação maravilhosa. Estamos felizes por poder fazer parte dessa história de forma positiva, planejada e articulada com todos os nossos colaboradores e com todo o apoio da Santa Casa de Misericórdia do Recife”, concluiu a gestora.

Confira algumas fotos: