Centro Geriátrico Padre Venâncio recebe amor através de cartas de alunos do IFPE

Em razão da pandemia, as idosas do Centro Geriátrico Padre Venâncio, unidade mantida pela Santa Casa Recife, não estão podendo receber visitas, mas o amor chegou por meio de cartas. O Projeto Afeto Por Escrito, ação realizada pelos alunos do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), busca levar carinho através do diálogo entre gerações. 

O Afeto Por Escrito foi originado pelo projeto de extensão Capitães Solidários: Voluntariado e Cidadania no IFPE Campus Recife, que surgiu para garantir a assistência a crianças socialmente vulneráveis residentes em abrigos ou assistidas por organizações filantrópicas, em Recife. Com o intuito de minimizar a solidão nesse período de isolamento social, a professora Márcia Lustosa, uma das responsáveis pelo projeto Afeto Por Escrito, estimula os seus alunos que, por meio de 42 cartas, garantiram o afeto e levaram palavras de conforto para as idosas moradoras do abrigo.

De acordo com a professora, a experiência foi gratificante e especial. “Dei a sugestão para a professora responsável de fazermos a ação com idosos, nessa época de pandemia eles devem estar muito isolados”, disse. “O Padre Venâncio, além de ser próximo ao IFPE, eu conheço a idoneidade”, completou.

Para o estudante de Saneamento Ambiental, Walter Brito, o momento foi essencial, pois, principalmente neste período de pandemia, as idosas acabaram sendo afastadas do mundo externo, restringindo o contato com outras pessoas. “Cada idosa tem uma história particular incrível e a gente surge para conhecer cada historinha dessa. Eu penso em quantas histórias a gente poderia ouvir e que se perdem quando a gente não dá o devido valor”, contou Walter.

Confira o vídeo:

Texto/edição: Gabriela Santos / Comunicação Santa Casa Recife
Imagens: Cedidas pela unidade e pelo projeto Afeto por Escrito